BLOG CARNAVAL BH. O CARNAVAL DA NOSSA BH . FUNDADO EM 2004

BLOG CARNAVAL BH. O CARNAVAL DA NOSSA BH . FUNDADO EM 2004
BLOG CARNAVAL BH. O CARNAVAL DA NOSSA BH FUNDADO EM NOVEMBRO DE 2004.10 ANOS DE FOLIA VIRTUAL LEVANDO O SAMBA DE BH ATÉ DENTRO DA CASA DOS SAMBISTAS. AQUI PEDIMOS PASSAGEM, A PRESERVAÇÃO DA NOSSA HISTÓRIA

domingo, 21 de novembro de 2010

Presidente da Associação Cultural SambaDéz é homenageado.




Para Luiz Carlos Novais, que recebeu homenagem do Dia da Consciência Negra, tambem portador da Comenda José Aparecido de Oliveira do Ministério da Cultura, entrevistados pelo Blog - Carnaval bh2, diz - Francisco e nome de batismo de Zumbi nascido em Palmares em 1695, isso nos remetem as reminiscências deste herói Nacional, cuja luta continua. A construção de uma sociedade na quais todos tenham não apenas a igualdade formal dos direitos, mas a igualdade real das oportunidades respeitando as regras e a dignidade da pessoa humana que é um dever de todos. Como disse Marcio Lacerda. Belo Horizonte foi a primeira capital brasileira a ter um plano municipal de promoção da igualdade racial e ressaltou a importância da comemoração do Dia da Consciência Negra. “Estamos marcando o dia com homenagem a pessoas tão importantes e dignas na sua contribuição, não só para o resgate da memória, mas também para a afirmação dessa identidade e da luta contra as injustiças sociais”, conta. Para Maria das Graças, a data significa a resistência, a história e a igualdade. “É o dia em que a gente coroa todas as ações de políticas públicas.





HOMENAGENS MARCAM O DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA



Em comemoração à data de promoção da igualdade racial, 35 pessoas foram prestigiadas pelo prefeito Marcio Lacerda



Rei e rainhas congas, cantor, fotógrafo, médico, políticos. Personalidades da cultura negra foram homenageadas nesta sexta-feira, dia 19, pelo prefeito Marcio Lacerda, durante a solenidade de comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra. A data é celebrada no dia 20 deste mês e é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade. Foram prestigiadas 35 pessoas, que receberam das mãos do prefeito placas de homenagem. O evento foi realizado no Salão Nobre da PBH (av. Afonso Pena, 1.212, Centro) e contou com a participação da secretária municipal adjunta de Direitos de Cidadania, Sílvia Helena Rocha, do secretário municipal de Políticas Sociais, Jorge Nahas, da coordenadora de Promoção da Igualdade Racial, Maria das Graças Rodrigues, e da presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, Luzia Ferreira.

Marcio Lacerda disse que Belo Horizonte foi a primeira capital brasileira a ter um plano municipal de promoção da igualdade racial e ressaltou a importância da comemoração do Dia da Consciência Negra. “Estamos marcando o dia com homenagem a pessoas tão importantes e dignas na sua contribuição, não só para o resgate da memória, mas também para a afirmação dessa identidade e da luta contra as injustiças sociais”, conta. Para Maria das Graças, a data significa a resistência, a história e a igualdade. “É o dia em que a gente coroa todas as ações de políticas públicas. Essas 35 pessoas representam a construção da capital”, concluiu.

“Trata-se de uma iniciativa importante, uma justa homenagem por parte da PBH, que reconhece o papel desses cidadãos na manutenção da cultura, das tradições e lutas da comunidade negra”, afirmou o secretário municipal de Políticas Sociais, Jorge Nahas. Para Sílvia Helena, Belo Horizonte já avançou muito no sentido da sensibilização, divulgação e promoção da igualdade racial, mas, ainda há um longo caminho a percorrer. “O estatuto e os projetos de leis que abrangem o assunto são importantes ferramentas na nossa luta”, conta. Segundo ela, é importante sensibilizar toda a população, para reconhecer os direitos desse povo que representou e continua representando muito para a sociedade brasileira.

2 comentários:

  • Mestre Affonso says:
    22 de novembro de 2010 03:28

    Quando é para criticar eu critico mesmo, mas quando as pessoas acertam elogio.
    Quero parabenizar o presidente do Sambadez pelas suas posturas atuais em relação ao carnaval de Belo Horizonte.
    Só assim, presidente, podemos visualizar um futuro digno para as nossas escolas de samba. Já diz o ditado, que sem quebrar omeletes não se faz omelete. E você, finalmente, está disposto a quebrar ovos...
    Parabéns.

  • Guilherme Mocidade says:
    25 de novembro de 2010 20:24

    Parabéns meu Presidente.

    Vamos em frente.

    Abs