BLOG CARNAVAL BH. O CARNAVAL DA NOSSA BH . FUNDADO EM 2004

BLOG CARNAVAL BH. O CARNAVAL DA NOSSA BH . FUNDADO EM 2004
BLOG CARNAVAL BH. O CARNAVAL DA NOSSA BH FUNDADO EM NOVEMBRO DE 2004.10 ANOS DE FOLIA VIRTUAL LEVANDO O SAMBA DE BH ATÉ DENTRO DA CASA DOS SAMBISTAS. AQUI PEDIMOS PASSAGEM, A PRESERVAÇÃO DA NOSSA HISTÓRIA

sábado, 19 de dezembro de 2015

Corte Real do carnaval de 2016 eleita em BH.

Rainha Tamara Carvalho Teixeira, o Rei Momo Paulo Henrique do Santos e a Princesa Andreia de Oliveira Marques ( FOTO : JORNAL O TEMPO ) 

Ocorreu na noite de ontem ( 18 ) a eleição da corte Real do Carnaval de 2016. Lindas meninas foram as candidatas que encantaram o publico presente. A espontaneidade dos candidatos a rei momo também se destacou. A Animação ficou por conta da bateria nota 10 da atual Bi-campeã do carnaval Acadêmicos de Venda Nova.

A estrutura ficou a desejar, não chegando perto da estrutura oferecida em 2015 ao evento que no ultimo carnaval contou com estandes de todos os blocos e escolas de samba, alem de apresentação dos casais de mestre sala e porta bandeiras das agremiações. Em ano de crise o importante é economizar.

O Evento contou com a presença do prefeito Marcio Lacerda que reconheceu que a estrutura mais humilde era a realidade para este ano, mas que a festa não poderia deixar de acontecer. O prefeito que esta sempre nos eventos oficiais de carnaval, sorriu e foi muito simpático com os presentes acompanhado os candidatos a corte.

No Final os vencedores foram, eleitos :

Tamara Carvalho Teixeira será a Rainha, Paulo Henrique dos Santos ficou com o título de  Rei Momo e Andreia de Oliveira Marques representará a Princesa.

Read more »

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Acadêmicos da Vila Estrela em parceria com NECUP promove neste fim de semana Workshop com Rafael Leite


O Acadêmicos da Vila Estrela promove neste fim de semana uma oficina gratuita, com o Mestre Rafael Leite.
Com blocos e escolas de samba convidados , o Vila Estrela da este importante passo na reciclagem de conhecimento de forma gratuiuta , o blog Carnaval BH aplaude esta idéia. 


Read more »

domingo, 13 de dezembro de 2015

Mauricio Tizumba convoca amigos para desfile em festa da Canto da Alvorada ( Veja o Video )



Em uma noite mais do que especial, a GRES.CANTO DA ALVORADA, apresentou o seu samba para 2016. Com o enredo " Tizumba Ê" uma homenagem ao grande artista mineiro Mauricio Tizumba, a verde e branco, cantou, festejou e colocou todos que estavam no Tambor Mineiro para sambar. 

Uma noite que marcou uma nova etapa da história da canto da Alvorada, quando Sergio Pererê assumiu oficialmente o microfone da escola pela primeira vez. Pererê também é o autor do samba 2016 ( EM BREVE LETRA E AUDIO ) 

Acompanhe o video de Tizumba convocando seus amigos para o desfile. 



,




Read more »

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Corte Real Momesca: Pré-candidatos já estão selecionados para eleição que acontece no próximo dia 18



Matéria-Foto. Fonte: Belotur

Falta menos de 60 dias para o Carnaval e a Corte Real Momesca já está quase formada. No último sábado (0
​5​
/12), os mais de vinte candidatos inscritos se reuniram no Centro de Referência da Juventude, na Praça Rui Barbosa, para participar da pré-seleção para os cargos de Rei, Rainha e Princesa do Carnaval de BH 2016.
 
Os candidatos, moradores de Belo Horizonte, foram avaliados, por cinco jurados, de acordo com o domínio do samba apresentado, espírito carnavalesco, expressão, simpatia e, para as mulheres, a beleza física.
 
Os cinco pré-selecionados para o cargo de Rei Momo e as oito pré-candidatas ao cargo de Rainha e Princesa continuarão se preparando até o próximo dia 18/12, data na qual haverá a eleição da Corte Real Momesca para o Carnaval de BH 2016.
 
O evento acontece no Mercado Central, às 20h.

Read more »

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

CANTO DA ALVORADA FAZ FESTA DE LANÇAMENTO DE SEU SAMBA NESTE SABADO.


A tradicional Canto da Alvorada, faz o lançamento do samba de 2016 neste sábado no Tambor Mineiro, a partir das 21h. O enredo " Tizumba Ê " canta vida e obra do artista Mauricio Tizumba e faz a verde e branco do Campo Alegre , sonhar com um novo título de campeã.

Read more »

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Mell Araújo é nova Rainha de Bateria da Império da Nova Era


Mell Com o Presidente Cajá. 

Mell Araujo era a responsabilidade de reinar a frente da bateria da Império da Nova Era em 2016.
Conhecida pelo seu carisma , Mell se diz feliz pelo convite feito neste fim de semana pelo presidente Cajá, durante uma viagem ao Rio de Janeiro. 

A Império da Nova Era tem o Vinho como enredo e volta a passarela do samba de Belo Horizonte depois de 5 anos afastada. 

Read more »

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Presidentes de Escolas de Samba e Blocos caricatos dão boas vindas a nova presidente da Belotur.

Foto: Blog Carnaval BH

Ocorreu na manhã desta sexta feira (4) uma vizita de cortesia a nova presidente da Belotur ( Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte ) Com a presença de todos os presidentes de escolas de samba e mais quatro blocos caricatos, 

Claudia a nova presidente da entidade que coordena  o carnaval da cidade, demonstrou bom humor e muita simpatia ao receber os mesmos, disse estar pronta para trabalhar e oferecer o melhor dentro das possibilidades que o poder público oferece as entidades, demonstrou preocupação com o problemas envolvidos no evento e ouviu sugestões , criticas e elogios em relação aos assuntos carnavalescos.

A Reunião foi aberta com a fala de Carlos A.Damasceno " Presidente da Canto da Alvorada " que esteve como Dir de Eventos da Belotur no ultimo carnaval, que lembrou da importância de estreitar os relacionamentos entre a Belotur e as agremiações carnavalescas desejando sucesso em sua gestão e na condução do Carnaval de 2016.

O presidente do Bloco Caricato Jairo Alves, lembrou explanou sobre as dificuldades de se fazer o carnaval e desejou a nova presidente sucesso em sua gestão.

O Blog Carnaval BH também dá as boas vindas a Sra.Cláudia nova presidente da Belotur e deseja a ela sucesso em sua gestão.


Estiverão presentes a vizita os presidentes das escolas de samba " Acadêmicos de Venda Nova, Cidade Jardim*, Canto da Alvorada , Estrela do Vale, Força Real e Império da Nova Era, e os presidentes dos Blocos Caricatos, Por Acaso, Estivadores do Havai, Aflitos do Anchieta e Corsários do Samba." 

Read more »

sábado, 28 de novembro de 2015

Mesmo sem patrocínio Força Real fecha atelier e esta com fantasias prontas para 2016.

Ala dos Bares e Botecos de BH.Interesados entrar em contato em  975767306.


A Força Real, terminou sua ultima baiana na noite de sexta (27) e esta com as fantasias de alas todas prontas. “Cerveja o Néctar dos deuses “ é o enredo que a escola levara para a avenida em 2016, assinado pelo carnavalesco Flávio Campello.
A escola agora ira focar seu tempo nos destaques, ensaios e alegorias .
Entregar as fantasias para a comunidade em novembro é o mínimo que podemos fazer em resposta a nota 6 sem justificativa de 2015 no quesito. Disse o presidente Felipe a equipe ao finalizar o carnaval. 

Read more »

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Blocos de Rua dizem não ao camarote. Conheça a Nota de Repúdio.


Uma nota de repúdio causou polemica  nas redes sociais esta semana, se trata de uma nota contra a idéia de camarotes ligados aos blocos de rua de Belo Horizonte e a vinculação dos mesmos a marcas de cerveja.

SEGUE ABAIXO A NOTA NA INTEGRA: 


Nota de repúdio de blocos de rua do carnaval de BH contra o prefeito e o camarote |

Desde 2009, a cidade de Belo Horizonte vive um processo de RETOMADA do seu carnaval de rua. Retomada porque a festa nunca deixou de existir, em suas várias maneiras de fazer pela população, mas andou abandonada pelo poder público e apagada pelo modelo de cidade que diminui a convivência nos espaços públicos.

Essa retomada foi feita pelas pessoas, para as pessoas. Como um desejo de estarem juntas nas ruas da cidade, mas também como um CONTRAPONTO a um modelo de cidade excludente, privatista, individualista, em que o espaço urbano passa a ser a mera conexão de espaços individuais. Em suma, o modelo dos condomínios, dos shopping centers, dos camarotes e áreas vips. O modelo dos sonhos do atual prefeito.

Para qualquer um que vai ao carnaval de BH, fica bastante claro que quem faz a festa é a rede anárquica e deliciosa de pessoas que botam seus blocos na rua, que cantam e tocam, que inventam fantasias, que reinventam a cidade em seu ocupar pedestre. E, cada vez mais, essas pessoas assistem à tentativa torpe de apropriação da festa. Afinal, ela pode dar lucro e voto.

Em entrevista recente, o prefeito de BH afirmou ser a Belotur a responsável pelo renascimento da festa. Vultuosa mentira que ele tem insistido em repetir para, quem sabe, virar verdade. Pois o que temos a dizer é que a festa acontece e aconteceu APESAR do poder público e da atual gestão.

Em 2009 e 2010, a prefeitura ignorou a festa que vinha sendo feita. Em 2011, decidiu combatê-la, com ameaças a bares e uso de efetivo policial: pouco importa se a fantasia era de rei, pirata ou marinheiro, o expediente foi cacetete e bomba de gás lacrimogênio.

A partir de 2012, a PBH tentou se apropriar da festa e distorcê-la. Vendeu o direito de se fazer comércio nas ruas para uma marca de cerveja, montou palcos e esbanjou em publicidade. O fato é que os palcos da PBH não atraíram um décimo dos foliões presentes nos blocos, segundo dados oficiais. Na sua ânsia privatista, o ex-presidente da Belotur chegou a propor que a cidade se tornasse um grande blocódromo, com áreas restritas para a festa, todas elas comercializadas com grandes marcas.

Conhecemos bem essa história. Já vimos acontecer em muitos lugares. É a velha e triste apropriação das construções coletivas para interesses privados. Lucrar com os corpos, as baterias, as energias, os desejos dos outros. Mas aqui não vai passar.

É o momento de repudiar as declarações do prefeito e também todas as tentativas de cercear espaços, fechar, excluir, tornar VIP aquilo que é popular e aberto. É o momento de repudiar camarotes e seus abadás laranjados, suas pulseirinhas cítricas e suas práticas excludentes. A nossa festa não vai ser tomada. Contra o alambrado, nosso carnaval é feito por e para a livre circulação de corpos e pulsações, pelos quatro cantos da cidade.

Aos criadores de camarotes e áreas vips, avisamos desde já que nossos blocos não vão passar na sua porta. Não vai ser com nossos corpos que seu lucro virá.

********
Assinam a carta:
Alcova Libertina
Approach
Angola Janga
Baianas Ozadas
Baião de Rua
Bloco da Praia
Blocomum
Bloco do seu Pai e filhos de Gaby
Bloco Duro
Bombos de Iroko
Beiço do Wando
Bloco da Calixto
Bloco Fúnebre
Bigode Cheiroso
Corte Devassa
Delírio Coletivo
Do seu Bento à Dona Lúcia
Então Brilha
Fera Neném
Filhos de Tcha Tcha
Juventude Bronzeada
João Careca
Língua do São Salvador
Mama na Vaca
Manjericão
Maria Baderna
Moreré
Me beija que eu sou pagodeiro
Ordináááários
Padecendo no paraíso
Pena de Pavão de Krishna
Peixoto
Pisa na Fulô
Pula Catraca
Queixinho
Tico Tico Serra Copo
Tchanzinho da Zona Norte
Tetê a Santa
Toca Raul Agremiação Psicodélica
Vai tomar no Cooler
Vira o Santo

Read more »

domingo, 22 de novembro de 2015

Cia. Mineira de Dança Folclórica Arraial do Sem Nome é FORÇA REAL 2016.


Buscabdo Reforçar ainda mais seu quadro para o próximo desfile a Força Real divulgou na data de hoje mais uma grande aquisição. 
A Cia. Mineira de Dança Folclórica Arraial do Sem Nome, fechou uma parceria com a escola de samba Força Real na tarde deste domingo (22). Fazendo agora parte oficialmente do desfile da agremiação a Cia. Mineira de Dança Folclórica Arraial do Sem Nome, ficara com a responsabilidade de apresentar todo o seu brilho na comissão de frente da Força Real, que desfila em 2016 o enredo " Cerveja o Nectar dos Deuses " do carnavalesco Flávio Campello.  

Read more »

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Bloco Caricato Acadêmicos da Vila Estrela define tema.


Com festa e muito samba, o Acadêmicos da Vila Estrela definiu neste fim de semana seu tema para o carnaval de 2016. " Ala lá ô ôôôôô " é o titulo do enredo que poretende exaltar os antigos carnavais.  O Vila Estrela pretende fazer uma viagem  a um tempo que não volta mais, a um carnaval das saudades, onde as marchinhas de carnaval eram o ponto forte da folia.

Read more »

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Curso de Turismo e Eventos do Centro Universitário Estácio BH, organiza feira sobre carnaval.

Carnaval de Belo Horizonte- Lembrado com muito respeito.

Ocorreu na noite de hoje quinta feira ( 12 ) a Feira promovida pelos cursos de Turismo e Eventos do Centro Universitário Estácio de Sá -BH , a feira deu destaque aos principais carnavais do Brasil e a origem da festa desde seus primórdios como festa pagã. 

Em uma das salas destaque para o carnaval de Belo Horizonte, que vem crescendo ano a ano e chamando a atenção. Com muita competência os alunos apresentaram a história do carnaval da cidade em fotos e objetos, destacando Blocos de Rua, escolas de samba e Blocos Caricatos. 

Em outra sala as atenções estavam voltadas a Marques de Sapucaí, e o carnaval carioca. Grandes carnavalescos foram lembrados, bem como momentos marcantes da história dos desfiles. Destaque para a apresentação da ex rainha do Carnaval de BH, Nathalia Moreno.

O frevo bem como o carnaval baiano não foi esquecido e um dos grupo se armou de guarda chuvas colorido para "frevar" em sala de aula. pés de moleque eram delicias a se experimentar bem como a boa apresentação dos alunos.

Com muito requinte o carnaval de mascaras de Veneza foi lembrado, o grupo chamou atenção na delicadeza de suas mascaras e na sutileza da decoração. 

Já na entrada as primeiras manifestações carnavalescas do Egito as festas de Baco davam o tom da beleza que seria a feira. 


Bruno Scarpeli Coordenador do Curso de Turismo e Eventos da Estácio/ Prof Fernanda Alves/Prof Alessando Ostelino / Felipe Diniz Presidente da GRCES;Força Real

Baiana - Acadêmicos de Venda Nova 

Setor - Mascaras de Veneza 

Entrada da Exposição 

Read more »

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Faculdade Estácio de Sá promove Feira e exposição sobre carnaval.


A Estácio BH apresenta exposição sobre o carnaval Visitação acontece no dia 12 de novembro, das 19 às 21h30 na unidade Prado É carnaval no Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte. No dia 12 de novembro, a unidade Prado recebe a exposição "Areté: retratos da brasilidade", com registros da festividade. Serão expostos no Bloco 4, itens como fotos da folia, exemplares de publicações, maquetes, croquis de alegorias e fantasias. Serão exibidos também documentários e peças que narram o história do carnaval, antes mesmo do carnaval. A ideia da mostra surgiu com a realização de projetos experimentais com os alunos dos cursos de Eventos e de Turismo em 2013. Daí em diante, a exposição que é realizada semestralmente vem crescendo em estrutura e público. Na próxima edição as inovações ficam por conta dos produtores que, além de muita criatividade, irão utilizar muitos recursos reciclados, colocando em foco também a importância da sustentabilidade. Aliado a tudo isto, os discentes do curso de Moda apresentarão figurinos baseados na festa momesca. O evento terá início às 19 horas e a visitação é aberta ao público externo de forma gratuita.

Read more »

domingo, 8 de novembro de 2015

Força Real mobiliza comunidade e amigos em prol das vitimas da tragédia em Mariana.


A escola de Samba Força Real, mobilizou sua comunidade em prol de uma ajuda as vítimas na cidade de Mariana. Durante todo o sábado receberam doações que já foram encaminhadas a cidade de Mariana. A escola continuara recebendo doações durante a semana na Rua galileu 25 Bairro Dom Bosco.

Read more »

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Bem-Te-Vi promete cantar Xica da Silva


Disposta a voltar ao carnaval de BH, a tradicional Bem-Te-Vi, promete o enredo "Xica , Luxuria e Ostentação no Reino da Paixão " A escola deixou os desfiles da cidade em 2012 , com a promessa de voltar a bater suas asas em 2016 a verde e branco apresenta seu enredo, de autoria de "Oton França"

Read more »

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

ESCOLAS DE SAMBA DE BH, ESQUENTAM SEUS TAMBORINS PARA 2016.

Barracão da Força Real 


Mesmo sem saber o valor da verba de 2016, as escolas de samba de Belo Horizonte já começam a esquentar seus tamborins.Ensaios, confecção de fantasias e alegorias, escolhas de enredos e disputas de samba já agitam as comunidades envolvidas nos desfiles.

Atual bi-Campeã, a Acadêmicos de Venda Nova já tem seu hino para o próximo carnaval, a obra da parceria de Mauro Bainha, já ilustra o trabalho da azul e rosa, que promete um enredo recheado de queijos e o peculiar jeitinho mineiro na avenida.

A Cidade Jardim, exalta o clube da esquina, e já promove seu tradicional samba da quadra, com sambistas consagrados  e sua bateria nota 10.

Exaltando o grande artista Mineiro Mauricio Tizumba a Canto da Alvorada promete africanizar a avenida em nome do homenageado. A escola ainda faz mistério em relação ao samba e a seu barracão. Mas Mauricio Tizumba se disse confiante e feliz no lançamento do enredo realizado no Tambor Mineiro.

Cantando a cidade de Mariana, a Estrela do Vale foi a primeira a escolher o samba de 2016. A escola do Barreiro que vem melhorando seu desempenho ano a ano, promete um enredo luxuoso e original. Os ensaios da bateria já estão acontecendo assim como a confecção de seu carnaval.

A Imperavi de Ouros canta o Elo Perdido em 2016, a  verde , amarelo e branco, quer inovar e vai buscar no inicio da humanidade a inspiração para seu carnaval. Já com seu samba escolhido a Imperavi promete surpresas , desvendando assim o elo perdido, que foca nosso carnaval.

A Força Real canta a cerveja, a bebida mais popular do Brasil,  em tempo de carnaval, a tricolor do Bom Bosco e Ipanema, busca nas lendas a inspiração de seu enredo até desembarcar na Capital Mundial dos bares e botecos( Belo Horizonte ) Com samba já escolhido a escola já confecciona suas alas para seu próximo desfile.  

De volta a passarela do samba após 5 anos afastada, a Academia do Samba Império da Nova Era, exalta o tema “ Sonho de Baco não sobra Vinho “ e a doce bebida milenar é a inspiração para a volta da escola. A Império já fez o lançamento de seu enredo, mas faz mistério quanto a seu carnaval.

Outra expectativa de retorno é a tradicional Bem-Te-Vi a tradicional verde e branco pretende voltar a bater suas azas em 2016. Oton França é o responsável pelo enredo “ Xica da Silva”  que promete trazer a escola de volta ao desfile principal. 

Read more »

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Minha Cerveja Tem Sabor de Carnaval- Parceria Capixaba emplaca samba na Força Real.


Um trio de peso emplacou o samba 2016 na Força Real, Thiago Bandeira, Thiago Brito, Douglas Jacaré são os compositores da obra que ira ilustrar o enredo " Cerveja O Néctar Dos Deuses " do carnavalesco Flávio Campello.

A caçula das escolas de samba de BH. apresenta seus compositores já consagrados em Vitória ( ES )  Thiago Bandeira é presidente da associação dos compositores e Interpretes do carnaval capixaba já venceu sambas em escolas como Andarai, Jucutuquara , Pega no Samba e Imperatriz do Forte. Em BH é sua terceira obra pela Força Real.

Douglas Jacaré , Compositor e Mestre de Bateria, é Mestre de Bateria da Independente de Boa Vista, escola consagrada em Vitória.

Thiago Brito,è compositor e Interprete oficial da Mocidade Unida da Glória ( MUG ) varias vezes premiado como melhor interprete do carnaval Capixaba.

CONHEÇA A LETRA DO SAMBA 2016 DA FORÇA REAL

Lá vou eu...Sob o calor do deserto Imponente Império Na terra que brotou o grão Sob as bênçãos de Deus Rá Surge esta bebida milenar Faraó aos sacerdotes ofereceu...para embriagar Giram ampulhetas do tempo Roma a desprezar Deus Thór da carruagem ao caldeirão Ao seu povo esta bebida ofertar Virou porção nas crenças, bruxarias Perseguição, fogueira à queimar Despertou curiosidades...Alquimia Surgindo assim, um novo paladar Veio de além-mar com a Família Real Nesta terra tropical tornou-se uma paixão Satisfação a degustar Alegria no olhar, descontração Viva à industrialização O samba...SEMPRE pede uma gelada Vou com a rapaziada "Em bares e botecos por aí" Invadindo as noites de "Belô" Na onda do vira vira- virou Sou Força Real, Minha cerveja tem sabor de carnaval Tu és a "FORÇA"do samba O meu grande amor..Amor "REAL" Vou me acabar na folia de bar em bar Feliz da vida ate o dia clarear



Read more »

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Jessica Stuart a candidata do samba ao Miss Mundo Minas Gerais.


Linda, unica e poderosa, da passarela do samba, para as passarelas da moda. Jessica Stuart, rainha de bateria da Imperavi de Ouros é a candidata do samba no concurso Miss Mundo Minas Gerais 2016. 

Com 21 anos, e lindos olhos verdes , a jovem estudante de direito empresta mais uma vez sua beleza em favor de Minas Gerais, ela que já carrega a faixa de Miss Nova Lima é também a candidata do Blog Carnaval BH , receba nossa carinho e apoio.

link para votação.



Read more »

Imperavi faz lançamento de samba

Foto: Divulgação- Imperavi de Ouros/ Oton França 

Ocorreu neste domingo o lançamento oficial do samba de enredo 2016 do Gres.Imperavi de Ouros, a escola que tem como enredo " O Elo Perdido" se apresenta na terça feira de carnaval. Após uma entrevista na Rádio Itatiaia comandada pelo consagrado Radialista Acir Antão, a escola comemorou no Bar Itatiaia, onde oficialmente lançou o seu samba para 2016

CONHEÇA A LETRA DO SAMBA :

 O Elo Perdido

(Carmo Antunes, Guilherme Mocidade e Pedro Firmino)

Embarque nesta viagem,
cheia de segredos e mistérios.
No túnel do tempo, espécies e ancestrais.
Dinossauros, vulcões, terremotos e eras glaciais.

Terra, planeta guerreiro.
Nasceu bola de fogo.
Virou bola de gelo.
Hoje é uma bola azul.
A Imperavi canta na avenida,
destilando amor, em favor da vida.

Luz que reluz Luzia,
Ô Luzia, pérola negra.
Annette a francesa descobriu,                      
o fóssil mais antigo do Brasil.            (BIS)

Mãe África, berço da humanidade,
cor de todas as cores,
olhos de cada olhar,
língua de todas as línguas,
sonho que me faz sonhar.

Um grito de socorro, unido,
jamais deixará de ser ouvido.
Vamos preservar e cantar com emoção,           
o elo perdido conquistou meu coração.         (BIS)


Read more »

Parceria de Mauro Bainha vence em Venda Nova.

                                                                  Foto: Douglas Silva

A Acadêmicos de Venda Nova realizou mais uma edição de seu concurso de samba neste domingo ( 25 ) o tradicional evento consagrou a ´parceria de Mauro Bainha como o vencedor. Mauro já tem seu nome na galeria de compositores da escola, diversas vezes campeão emplacou mais uma obra na galeria azul e rosa de Venda Nova

CONFIRA A LETRA DO SAMBA.

“Uai,Venda Nova manda queijos e beijos procês”
Compositores:
Mauro Bainha ,Victor V.d.s, Douglas Silva

Abraços e beijos........ pedaços de queijos
Uai sô que trem bão demais
Sou venda nova mais que delícia
São os queijos de minas gerais
O leite alimenta a humanidade
Dele vem o queijo também rico em nutrição
Aqui chegou com a coroa portuguesa
E caiu no gosto da população
Queijo do reino queijo prato......
O queijo Minas é orgulho dos mineiros
Queijo do Serro e o Canastra
Apreciados pelo mundo inteiro
Pega o leite ...........põe o coalho
Põe na forma e deixa o soro escorrer
É bão demais da conta
O queijim mineiro esta prontinho pra comer
Com goiabada ou na queijadinha
Com doce de leite ou na broa de fubá
O queijo no garfo que a vovó assava
E um cafezim bem quentim pra acompanhar
Um pão de queijo bem crocante
Que dá água na boca só da gente se lembrar
Quem mexeu no seu queijo .....pega ladrão...
Tem ratos mexendo no queijo da nação

Read more »

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

CONHEÇA A SINOPSE DO CANTO DA ALVORADA.

           
                         TIZUMBA Ê

Sinopse Carnaval 2016
Batucada ...
O batuque do meu “Nguzu”.
A batida do tambor que encaminha a nossa fé.
Ouvindo o som dos atabaques, enxergando as notas musicais.
África de um passado rico, África dos guerreiros de Angola.
Africanidade de uma gente que se espalhou nas terras deste meu Brasil.
Tizumbando a cultura de uma gente varonil.
A força cultural que atravessou o mar e superou a dor, conquistando o mundo com seu sorriso negro. E se negro é o sorriso, negro é a raiz da liberdade....
Fortes são as cores que tingem o manto cultural desta gente.
O tempo passou e a África chegou...
Foi quando de pés no chão, rodopiou a branca saia rodada, mas foi no remelexo e no gingado de cabrocha se fez “semba“ para nascer samba.
Subiu o morro para abençoar sua gente, foi para o asfalto ser aplaudido eternamente.
Nguzu a mãe baiana, mãe baiana mãe !!!
Dos divinos inquices o envio de um menino predestinado ao sucesso.
Criança negra, pés no chão, origem humilde.
“Eu cheguei no Rosário de Maria
Embelezou Embelezou
Eu cheguei no Rosário de Maria.
Embelezou Embelezou”
Canto de Moçambique 2 ( Rosário de Mária ) – Mauricio Tizumba
“O congado está na minha vida desde que me entendo por gente, pois; sou neto de Orminda Benzedeira. Foi com ela que aprendi a rezar no rosário. Rezar cantado, tocando e dançando. Bom demais!”
“Tive uma infância de criança simples e pobre, que vivia em meio aos tambores de congado e candomblé.”
Maurício Tizumba

Na Guarda que te guardei no respeito te respeitei...
Foi no reinado do congado que aprendeu a rezar com o olhar atento se encantou nesta festa popular, cantando e dançando, aplausos e sorrisos é a fé se espalhando é a cultura de Maurício.
Cantou que os negros batem tambor de alegria, cantou que os negros batem tambor para louvar Maria. Na guarda de Moçambique “ginga Rainha” festejos, cores, fitas coloridas e fuxicos, a beleza africana estampada na pele, na benção de Nossa Senhora, Cristãos e Mouros fazem a luta do bem contra o mau.
Sinhá, Sinhá, Negro mandou te chamar Sinhá
Sinhô, Sinhô, Negro mandou te louvar.
Na hora da festa seu sorriso é de fé, no Cortejo a batida do Tambor, exalta as raízes de uma gente.
É o Congado da Vida, o Congado da Arte e da Cultura que transforma o negro em Rei nas tradições de seus ancestrais.
É tradição é a honra de uma gente que mostra sua resistência pelas ruas, de geração a geração, de pai para filho, é manutenção do povo é manter vivo a fé; é Tizumbar ao seu lado junto ao tão festejado Congado ao som do Tambor Mineiro.
Da velha negra, que conduz sua gente, a marca de um rosto vivido e experiente, rugas de respeito, que conduzem ao chão a lágrima de alegria que afaga seu cansado e forte coração.
Filho carnal da primeira Ekede do Candomblé Angola de Belo Horizonte, vindo do bate toalha de Salvador. É Chicarangongo, traz a Digina Kazuelu. Filho da casa de Londeji.
Do Congado é Rei festeiro, do Candomblé tem a proteção, é artista popular, sabe que o que a gente constrói vai ficar enquanto a gente passar.
“A minha preocupação é simples: faço tudo isso para tentar fortalecer o meu povo, isso por acreditar na força da união”.
Maurício Tizumba
“Vendendo a vida no sinal fechado. Eu vou vendendo bala doce e amendoim torrado. Vendendo a vida no sinal chuvoso. Eu vou vendendo pra esse povo até jornal molhado.”
De sua música Camelô de Farol, traduz com maestria a essência do artista e como ele se autodefine. “Sou como um ambulante, mas não vendo doces e jornal e sim, arte.”
O mineiro negro que se destacou o mineiro negro que voou nas asas da imaginação e embarcou brilhantemente em uma viagem sem volta ao fascinante mundo do talento. Maurício que criou personagens, Tizumba que compôs seu Quilombo.
Marasmo foi seu ponto de partida, caras e caretas sua continuação, Africanidade das Gerais sua consagração.
Aplausos ao artista completo que hoje se consagra na voz do povo, e se a voz do povo é a voz de Deus, nos palcos a Opereta, em cena o Homem que sabia Português encantou e fez história, tragédia e comédia é a arte nas veias, é o vermelho sangue pulsando um coração de sucesso.
“Viveu o simpático ““Curió”, mas” Ô Coitado “ como nos fez rir, como alegrou o povo, como fez de sua alegria pessoal um instrumento de ilusão popular que agradou adultos e crianças.
E foi na “tela da TV no meio desse povo” que a batida do tambor ecoaria ao mundo, encarnando o personagem Padre Romeu em Saramandaia.
Aplausos na sétima Arte no ar “Samba-Canção”, Aplausos no cinema no ar “ Narradores de Javé “
Mas é em Belo Horizonte, uma cidade bordada pela Serra do Curral, onde o amanhecer é anunciado por um galo na Alvorada, que sua consagração estará completa.
Vem de “Semba” vem de Samba Mauricio, vem Tizumbar a sua história.
Veste-se de verde e branco para ser coroado o Rei Festeiro do Canto da Alvorada neste grande palco popular.
Rei negro do povo de Minas; Rei negro da cultura popular que juntamente com seus “Meninos de Minas” sagra-se um ator completo com um jeito Macunaíma de ser o nosso Grande Otelo.
“Cantemos Mauricio, é Tizumba na Alvorada.“
Salve Ganga Zumba, salve Zumbi dos Palmares, salve Mãe África, salve o negro brasileiro e o solo sagrado do Carnaval Mineiro.
E que todos os Inquices o protejam.
Tizumba Ê!!!!
Maria Elisa A. C. Moraes e Felipe Diniz Marinho

Read more »

Festival de Samba Lagoinha é realidade em Centro Cultural


O Centro Cultural da Lagoinha esta promovendo um concurso de samba, uma promoção da Fundação Municipal de Cultura e da Prefeitura de Belo Horizonte. A idéia é promover na localidade que é berso do samba de Belo Horizonte um festival que abra as postas para novos nomes, o concurso esta aberto a todos , e é uma bela oportunidade dos compositores de BH mostrarem o seu trabalho.   


PARA BAIXAR O REGULAMENTO  ENTRE NO LINK ABAIXO:

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/files.do?evento=download&urlArqPlc=regulamento_festival.pdf

OU LEIA REGULAMENTO AQUI:

1º Festival Samba Lagoinha - Regulamento A Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte, a Diretoria de Ação Regionalizada e o Departamento de Centros Culturais, através do Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira, faz saber que estão abertas as inscrições, de 13 de outubro a 19 de novembro de 2015, para o 1º Festival Samba Lagoinha, que acontecerá no dia 29 de novembro de 2015 no Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira (Avenida Antônio Carlos, 821 - Mercado da Lagoinha), Belo horizonte, e será regido por este regulamento. Cláusula I - DA PROMOÇÃO Artigo 1º - O 1º Festival Samba Lagoinha é promovido pela PBH-FMC – Diretoria de Ação Regionalizada – Departamento de Centros Culturais – Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira. Ele tem como apoiadores o UNI-BH, a Faculdade do Samba de BH e a Escola Livre de Artes e tem o oferecimento da Marcatto. II - DO OBJETIVO Artigo 2º - Destacando que a região da Lagoinha é considerada o Berço do Samba e berço de muitos sambistas, o 1º Festival Samba Lagoinha tem como objetivo valorizar o patrimônio imaterial da região da Lagoinha através da música, valorizando a história e a memória da região; desenvolvendo políticas culturais que prezam pela participação, descentralização e criação artística. III - DA CATEGORIA, ESTILO E TEMÁTICA Artigo 3º - O 1º Festival Samba Lagoinha receberá inscrições de sambas inéditos (letra, música) que tenham em suas letras alguma referência a seguinte temática: histórias e memórias da Lagoinha. Podendo se referir a algum personagem da Lagoinha, alguma característica ou lugar, qualquer memória ou parte da história da região. Serão aceitos sambas em seus mais variados gêneros, tais como samba-canção, samba-enredo, samba-exaltação, samba-raiz, samba de roda, samba-choro... IV - DOS PARTICIPANTES Artigo 4º - Poderão participar do 1º Festival Samba Lagoinha, artistas amadores moradores da cidade de Belo Horizonte que tenham a partir de 16 anos de idade no ato de inscrição. Consideramse amadores aqueles músicos independentes que não tenham reconhecimento notório. Parágrafo único: Cada participante ou grupo poderá participar apenas com uma música. Artigo 5º - Não poderão participar do festival músicos profissionais que tenham notoriedade, (sejam reconhecidos pela mídia como referência), salientando que o festival está destinado a incentivar músicos amadores, iniciantes. V - DAS INSCRIÇÕES Artigo 6º - As inscrições para o 1º Festival Samba Lagoinha estarão abertas no período de 13 de outubro a 19 de novembro de 2015 e poderão ser feitas presencialmente no Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira, na Av. Antônio Carlos, 821 – telefone: 3277.6077 Artigo 7º - Para efetivar a inscrição o participante deverá entregar no Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira um envelope lacrado contendo 1 CD com a música inédita e uma cópia da letra da música. O restante da documentação exigida neste artigo deverá ser entregue separadamente. Categoria Samba inédito - Ficha de inscrição preenchida com declaração de autoria e ineditismo da música (fornecida pelo CCLAO) - Uma cópia da letra da música (para comprovar a pertinência a temática) - Comprovante de endereço do participante (do representante se grupo ou dupla) - Xerox de identidade e CPF do participante (do representante se grupo ou dupla) - Termo de autorização de gravação e uso de imagem do grupo para fins de divulgação do Festival (Fornecido pelo Centro Cultural) Artigo 8º- Depois de efetuadas e efetivada as inscrições, a música não poderá ser substituída, sob a pena de desclassificação do participante. Artigo 9º - Caso seja identificado plágio da música a mesma será desclassificada. Artigo 10º - O material de inscrição será devolvido após o dia 29 de novembro de 2015 para os participantes que assim o desejarem. Artigo 11º - A comissão organizadora do 1º Festival Samba Lagoinha fará a conferência de toda documentação exigida no ato da inscrição; a falta de documentação implicará na não efetivação da inscrição. Artigo 12º - Quanto à formação do grupo poderá ser: individual, dupla ou de até no máximo5 participantes. VI - DA SELEÇÂO Artigo 13º - A Seleção se dará em três etapas 1ª etapa - Conferência da documentação – A conferência dos documentos será feita no ato da inscrição pela comissão do festival. 2ª etapa - A comissão de pré-seleção se comporá por um profissional da área musical servidor da FMC e cada participante inscrito no Festival ou representante se grupo ou dupla, que juntos selecionarão no dia 20 de novembro às 18h30 as seis primeiras músicas; orientados pelos quesitos citados neste artigo. - Classificatória Quesitos para pré-seleção Pontuação de 0 a 10 Letra (poesia) Pertinência a temática Interpretação Os integrantes da comissão de pré-seleção juntos farão audição da música, pontuando conforme tabela acima. Os mesmos não terão acesso ao nome do participante. 3ª etapa – A terceira etapa acontecerá no dia 29 de novembro de 2015 no Centro Cultural Liberalino Alves, a partir das 15h; quando os três componentes da comissão julgadora atribuirão, logo após a apresentação de cada música as notas conforme quadro abaixo. Sendo o ganhador do Festival aquele que alcançar a maior nota. O público terá acesso ao nome do ganhador, porém os músicos participantes receberão uma tabela com a sua pontuação, não cabendo recurso - Classificatória Quesitos para pré-seleção Pontuação de 0 a 10 Letra (poesia) Interpretação Harmonia Melodia O acompanhamento instrumental não será quesito de julgamento. Parágrafo único - Em caso de empate total na classificação, o desempate será resolvido considerando a pontuação recebida na seguinte ordem: 1º - Maior número de pontos em Letra (poesia); 2º - Maior número de pontos em Interpretação; 3º- Maior número de pontos em Harmonia; 4º - Maior número de pontos em Melodia; 5º - Voto Minerva do Presidente do Júri. VII – DO CARÁTER FORMATIVO DO FESTIVAL Artigo 14º - Os participantes inscritos no 1º Festival Samba Lagoinha poderão, se assim o quiserem, participar da oficina de música (história do Samba) que será ofertada pela Escola Livre de Artes, com professor Ricardo Dias, no Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira em dias e horários a ser agendado com os interessados. VIII – DA PREMIAÇÃO Artigo 15º- Serão premiados os três primeiros colocados conforme tabela exposta neste artigo. PREMIAÇÕES Os instrumentos são oferecimento da Marcatto. 1º Lugar- Gravação do Clipe do samba vencedor pela TV UNI-BH – 1 Surdo 2º Lugar - 1 cuíca 3º Lugar- 1 tantan IX-DAS COMISSÕES Artigo 16º Teremos três comissões, sendo: 1- Comissão organizadora do Festival – composta por dois servidores do Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira e um da Fundação Municipal de Cultura. 1- Comissão de pré-seleção – Composta por um servidor da Fundação Municipal de Cultura que tenham conhecimento na área musical e o representante de cada participante do Festival. 2- Comissão julgadora – Composta por três profissionais da área musical que tenham conhecimento da história da região da Lagoinha convidados pelo Chefe de Departamento dos Centros Culturais de Belo Horizonte da Fundação Municipal de Cultura. Parágrafo Único: Todos os componentes das comissões citadas atuarão voluntariamente neste festival. X - DAS DISPONIBILIDADES Artigo 17º- O Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira se compromete a oferecer aos 06 participantes selecionados para o Festival Samba Lagoinha: palco de 4m x 3m, um técnico de som, mesa de 10 canais e o grupo de acompanhamento (violão, cavaquinho, pandeiro e surdo) para execução da música no dia do Festival. O Centro Cultural oferecerá ao participante o acompanhamento instrumental básico (surdo, pandeiro, cavaquinho e violão). Os ensaios dos participantes do Festival com o grupo de acompanhamento instrumental serão agendados de acordo com a disponibilidade do mesmo, oferecendo no mínimo 3 ensaios. A passagem de som de cada participante será feita pela manhã do dia 29 de novembro, conforme agendamento de horários junto à comissão organizadora do Festival, quando deverá ser entregue ao técnico de som o rider de palco e o rider de som. XI - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS: Artigo 18º - Fica garantido o direito à livre expressão de qualquer dos concorrentes, exceto no destrato público ao evento ou a qualquer um dos participantes, instituições, parceiros, bem como à Organização e demais pessoas envolvidas na Organização do Festival. Artigo 19º - O Comitê Organizador poderá a qualquer momento desclassificar os participantes que não observarem as disposições constantes deste Regulamento e contrariarem as normas de organização do evento. Artigo 20º - A Fundação Municipal de Cultura/ Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira se isenta da responsabilidade pelo cumprimento do cronograma de passagem de som e dos ensaios por parte do participante. Parágrafo Primeiro - Os participantes deverão estar no local das apresentações com antecedência mínima de 01 (uma) hora e se apresentarem à equipe de Organização do Festival Parágrafo Segundo - A ordem das apresentações musicais no 1º Festival Samba Lagoinha será estabelecida pelo grupo de acompanhamento instrumental no último ensaio, visando priorizar questões técnicas. XII- DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Artigo 21º - Não poderão concorrer ao Festival parentes próximos (filho ou cônjuge) de nenhum dos componentes de qualquer das comissões Artigo 22º - A pontuação atribuída aos trabalhos não será suscetível de recursos ou impugnações. Artigo 23º - A participação no 1º Festival Samba Lagoinha implica no conhecimento e na aceitação, pelo participante, de todas as disposições deste regulamento. Artigo 24º - A comissão organizadora caberá a responsabilidade pela efetivação da premiação. Artigo 25º - Os 6 participantes classificados para o 1º Festival Samba Lagoinha deverão autorizar o Uso de Imagem assinando o Termo de Autorização de Gravação e Uso de Imagem no ato da inscrição. Artigo 26º - Quanto à produção do clip musical será de responsabilidade da TV UNI-BH Artigo 27º - Os casos omissos serão resolvidos pela comissão organizadora do I Festival Samba Lagoinha. Artigo 28º – O regulamento do I Festival Samba Lagoinha e outras informações estarão disponíveis no seguinte endereço http://www.bhfazcultura.pbh.gov.br/?q=cclao_painel Artigo 29º - Este Festival será realizado de forma experimental como projeto piloto para nortear futuros instrumentos públicos de fomento à produção musical na categoria samba inédito em BH. Artigo 30º - Este regulamento entrará em vigor na data do primeiro dia de inscrição. Belo Horizonte, 13 de outubro de 2015 Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira Fundação Municipal de Cultura Prefeitura de Belo Horizonte

Read more »

domingo, 18 de outubro de 2015

Acadêmicos de Venda Nova escolhe seu samba dia 25


Atual Bi-campeã do carnaval, a Acadêmicos de Venda Nova, elege a obra que ira ilustrar seu enredo " Uai, Venda Nova manda queijos e Beijos proces " do carnavalesco Marco Aurélio Gonçalves.
O Evento sera dia 25-10 de 16 as 20h.

Já é tradicional o concurso de samba de enredo da azul e rosa de venda nova, que tem em seu currículo grandes obras que proporcionaram grandes resultados.

Read more »

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

CONHEÇA A PORTARIA BELOTUR Nº 054/2015


FONTE: DOM.DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO.  http://portal6.pbh.gov.br/dom/iniciaEdicao.do?method=DetalheArtigo&pk=1151181

Quarta-feira, 14 de Outubro de 2015
Ano XXI - Edição N.: 4906
Poder Executivo
Secretaria Municipal de Desenvolvimento - BELOTUR
PORTARIA BELOTUR Nº 054/2015

Dispõe sobre o Carnaval de Belo Horizonte 2016, e dá outras providências.

O Diretor-Presidente da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte S/A - BELOTUR, no exercício de suas atribuições legais, considerando:
- A necessidade de adoção de ações e providências para a realização do Carnaval de Belo Horizonte 2016, relativas ao seu transcurso nos diversos espaços públicos da cidade;
- A necessidade de planejamento prévio das ações e iniciativas do Carnaval, com previsão do fluxo de pessoas e veículos durante os desfiles das Escolas de Samba, Blocos Caricatos e Blocos de Rua na Cidade de Belo Horizonte, de modo a se desenvolverem de forma pacífica e segura;
- A necessidade de planejar e orientar os eventos, desfiles e outras atividades próprias do período carnavalesco, conforme programação geral do Carnaval de Belo Horizonte 2016;
- A necessidade de organizar a prestação de serviços públicos, sob a coordenação da Belotur, essenciais à garantia das manifestações populares do Carnaval e o bem estar de moradores e turistas;
RESOLVE:

I. DA PROGRAMAÇÃO

Art. 1º - O Carnaval Oficial de Belo Horizonte 2016, promovido pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, através da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte S/A - Belotur, contará com as seguintes atividades:

1.1. Atividades pré-carnavalescas;
1.2. Captação de patrocínio;
1.3. Outras promoções;
1.4. Lançamento Oficial do Carnaval 2016 e Eleição da Corte Real Momesca;
1.5. Desfile de Blocos Populares e Bandas Carnavalescas (“Blocos de Rua”);
1.6. Apresentação de artistas e atividades carnavalescas distribuídos em pontos específicos das regionais;
1.7. Desfile dos Blocos Caricatos;
1.8. Desfile das Escolas de Samba;
1.9. Premiação das melhores apresentações de Blocos Caricatos e Escolas de Samba;

Parágrafo único. Para fins do disposto no “caput” deste artigo, entende-se por atividades carnavalescas os diversos tipos de atividades populares que envolvam um conjunto de pessoas celebrando o carnaval em logradouros públicos, realizadas no período de 23 de janeiro de 2016 a 16 de fevereiro de 2016, excetuando-se as atividades que se enquadram nas disposições da Lei 9063, de 17 de janeiro de 2005.

Art. 2º - Para viabilizar a realização das ações do Carnaval Oficial de Belo Horizonte 2016, a Belotur proporá a constituição de Comissão Organizadora do Carnaval de 2016 integrada pelos diversos órgãos municipais.
§ 1º - A coordenação da referida Comissão estará sob a responsabilidade da Belotur.
§ 2º - Eventualmente, segundo a necessidade, poderão ser convidados os representantes das Escolas de Samba, Blocos Caricatos, Blocos de Rua, da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, ambos do Estado de Minas Gerais, da Vara da Infância e da Juventude, COPASA, CEMIG e outros que se fizerem pertinentes.
§ 3º - Para garantir o cumprimento dos objetivos previstos nesta Portaria, poderão ser realizados Chamamentos Públicos, Procedimentos Seletivos Simplificados, demais procedimentos licitatórios, inclusive dispensas ou inexigibilidades, nos limites da Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993, com vistas a permitir a colaboração e a participação da iniciativa privada.

II. DA ELEIÇÃO DA CORTE REAL MOMESCA

Art. 3º - A eleição da Corte Real Momesca do Carnaval 2016 terá Regulamento específico, a ser oportunamente definido pela BELOTUR, divulgado no Diário Oficial do Município e noticiado nos órgãos de imprensa da cidade.

III. DOS BLOCOS DE RUA

Art. 4º - Os blocos de rua poderão manifestar sua intenção de desfilar, durante o período carnavalesco, efetuando por meio de seu representante o cadastramento, em data e local a serem divulgados posteriormente.

Art. 5º - O cadastramento possibilitará o conhecimento prévio do número de blocos de rua e as respectivas estimativas de foliões.

Art. 6º - Caberá à Comissão Organizadora do Carnaval sugerir ações junto aos Blocos de Rua tais como: fluxo, trajeto, data, horário, local para dispersão no Carnaval de Belo Horizonte 2016.

IV. DOS BLOCOS CARICATOS E DAS ESCOLAS DE SAMBA

Art. 7º - Os Blocos Caricatos e Escolas de Samba terão regulamento especial, a ser oportunamente definido de modo exclusivo pela BELOTUR, divulgado no Diário Oficial do Município e noticiado nos órgãos de imprensa da cidade.

V. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 8º - Os casos omissos nesta Portaria serão dirimidos pela COMISSÃO ORGANIZADORA DO CARNAVAL que poderá, em segunda instância, solicitar apoio de outros órgãos da Administração Pública.

Art. 9º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Belo Horizonte, 13 de outubro de 2015

Mauro Guimarães Werkema
Diretor-Presidente

Read more »